vai viajar para o Canadá ?

Antes de fazer as malas e se preocupar com os roteiros de viagem, é essencial consultar um médico.
Apenas um profissional qualificado te passará os devidos cuidados de prevenção de doenças e lesões, além de te dar as orientações, fazer os exames e solicitar as vacinas necessárias. Por isso, se for viajar, procure um profissional da saúde e torne sua viagem mais agradável e tranquila.

precauções antes de viajar

Vamos te ajudar com dicas e orientações para que a sua viagem para o Canadá seja tranquila e inesquecível. Abaixo temos algumas informações mas ressaltamos que é imprescindível a consulta ao Portal Consular para saber o que podem ou não ser feito por você.

Informações Básicas
  • Vacinações: No momento, não há exigência de vacinação para turistas provenientes do Brasil.
  • Recomendações de viagem: Viajar com precauções normais de segurança.
  • Rede de Saúde: Não há sistema gratuito de saúde.
  • Endemias em geral: Não há doenças endêmicas no Canadá.
Recomendações de viagem

Não há, no Canadá, avisos específicos ou situações que demandem grande atenção por parte dos viajantes brasileiros, mas algum grau de cautela é sempre necessário ao viajar, independentemente do destino escolhido. Cidadãos brasileiros devem viajar ao Canadá com precauções normais de segurança. Para maiores informações, recomenda-se a cuidadosa leitura dos tópicos desta página.

Cidadãos brasileiros devem ter sempre as informações de contato da Embaixada do Brasil em Ottawa, que, se necessário, poderá prestar assistência consular a nacionais no Canadá.

A depender da natureza de sua solicitação, a melhor opção poderá ser entrar em contato com sua família, amigos, companhia aérea, agente de viagem, operador de turismo, empregador ou seguro de viagem em primeiro lugar. Os Postos com serviço consular estão a disposição para auxiliar em casos de maior complexidade. Acesse o Portal Consular para saber o que uma Repartição Consular pode ou não pode fazer por você.

Seguro-saúde

Recomenda-se que os brasileiros que planejam viajar aos Estados Unidos contratem seguro médico internacional adequado, pelo período necessário, antes de viajarem, tendo em vista a limitação do atendimento gratuito e os altos valores cobrados por atendimento a pacientes sem seguro no país.

Entrada de menores

Menores que viajam desacompanhados ou acompanhados somente por um de seus responsáveis legais devem, à semelhança do que ocorre no Brasil, trazer autorização e documentação comprobatória de que estão habilitados a viajar nessa condição. Caso um dos genitores tenha falecido, é necessário portar cópia do certificado de óbito.

Entrada de animais domésticos

Há regulações específicas para cada classe de animal doméstico (anfíbios e répteis; aves; gatos; cães; furões; cavalos; insetos e aranhas; coelhos; roedores e peixes de aquário tropicais. Para animais exóticos listados pela CITES (Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção), há controle baseado em sistema de permissões e faz-se necessário um certificado de propriedade emitido conforme as regras da Convenção. Tais informações específicas podem ser consultadas em http://travel.gc.ca/returning/customs/pets

É preciso certificado de vacinação, porém não é necessário aviso prévio às autoridades sanitárias canadenses (há inspetores de plantão a todo tempo nos pontos de entrada no Canadá). É preciso checar com a companhia aérea, entretanto, se ela exigirá alguma documentação adicional.

Orientações sobre a Rede de Saúde

Cidadãos estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita em grande número de países. Recomenda-se vivamente que viajantes brasileiros sempre contratem seguro internacional de saúde adequado, mesmo que tal documento não seja exigido pelas autoridades migratórias locais. O Ministério das Relações Exteriores não poderá se responsabilizar por despesas médicas de brasileiros no exterior.

Antes de viajar, nacionais brasileiros devem certificar-se de sua saúde física, tomando as vacinas indicadas para o destino escolhido. Vacinas contra difteria, tétano, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola e tuberculose são recomendadas para todo tipo de viagem. Em caso de dúvidas, o Ministério da Saúde poderá ser consultado.

Para obter informações sobre surtos de doenças infecciosas no exterior, é importante consultar o site da Organização Mundial da Saúde (OMS), que contém dados detalhados sobre a situação específica de saúde de cada país.

Ao retornar de países com ocorrência de endemias, quaisquer sintomas devem ser imediatamente comunicados às autoridades de saúde brasileiras.

Rede de saúde

O sistema de saúde é público, no entanto é pago no caso de turistas. Por essa razão, recomenda-se a contratação de seguro médico para a viagem, caso o turista não disponha de outro tipo de seguro válido no exterior. Salvo poucas exceções (como dentistas e oculistas), não há atendimento privado. Em caso de emergência médica, o turista deve dirigir-se a um hospital ou ligar para o número 911 para chamar uma ambulância. Em casos de menor gravidade, existe o recurso às chamadas "walk in clinics", as quais recebem pacientes por ordem de chegada, todos os dias da semana.

Seguro-saúde

O sistema de saúde canadense é muito eficiente e, para canadenses, residentes permanentes ou (a depender da região) estudantes, grátis. Para todas as outras pessoas, incluindo turistas e estudantes que não tenham cumprido o período de carência para utilização do sistema público de saúde (em British Columbia ou em Saskatchewan, a carência é de 6 meses e, em Alberta, de 1 ano), deve-se providenciar, ainda no Brasil, seguro internacional de saúde. Os preços dos serviços médicos no Canadá podem ser bastante expressivos: uma simples consulta em clinica que não exige agendamento pode custar no mínimo CAD$100, ao passo que extrair um siso custa no mínimo CAD$800 e uma perna quebrada pode custar até CAD$40.000.

Farmácias

Existem redes de farmácias que ficam abertas 24 horas. O viajante deve trazer medicamentos cuja venda dependa de receitas médicas, pois não serão vendidos sem receita no Canadá e será difícil conseguir consulta médica em curto prazo para receber nova receita.

Medicamentos

No Canadá, a venda de medicamentos é estritamente controlada. Existem opções de remédios que não precisam de receita médica e pode-se consultar o farmacêutico para verificar qual a melhor. Todavia, cidadãos brasileiros que façam uso de medicamento controlado não conseguirão seus remédios sem receita. Esses cidadãos devem pedir ao médico, no Brasil, a receita médica e viajar ao Canadá com uma quantidade de remédio suficiente para no máximo 90 dias. Necessitando de mais medicamentos, será necessário ir a uma clínica canadense e pedir uma nova receita ao médico, apresentando a receita antiga.

Contatos importantes

Lista com endereços de hospitais, médicos e clínicas em Ottawa está disponível neste link.
Para endereços em Gatineau, consultar a página http://www.ohssn.org/Services/Gatineau.html.

Condições ambientais

O Canadá é país de grande emissão de dióxido de carbono. Durante períodos de excessiva poluição, é recomendável que crianças, pessoas sensíveis e/ou com problemas respiratórios adotem precauções para reduzir a exposição a poluentes. Para cidadãos brasileiros com plano de residir no país, pode ser recomendável manter um purificador de ar nos principais cômodos da casa.

Inverno

O inverno do Canadá pode ser bastante rigoroso. Em British Columbia, há pouquíssimo sol durante o inverno. Em Alberta há sol, mas o frio é muito mais intenso. Em Vancouver, o sol se põe por volta das 16h, dando a sensação de noite permanente. Durante esse período, recomenda-se que cidadãos brasileiros ingiram vitamina D em cápsulas ou gotas para se adaptar a ausência de sol e às diferenças climáticas. Vitamina D é amplamente encontrada nas maiores redes de farmácia do Canadá – London Drugs e Shoppers Drugmart – e não precisam de receita médica.

site úteis

Ministério da Saúde: www.saude.gov.br

Centers for Disease Control and Prevention (EUA): wwwnc.cdc.gov/travel

Organização Mundial da Saúde: www.who.int/ith/en

Portal da ANVISA http://portal.anvisa.gov.br/dicas-de-saude-para-viagem

receba uma pré-análise

Preencha o formulário abaixo indicando o país para onde deseja viajar e recebe dicas e orientações para deixar sua viagem ainda mais incrível